Trata-se de um modelo de representação automatizada do campo de ventos. Os dados de entrada são a intensidade e direção dos ventos a 10 metros de altura, podendo-se optar por três métodos de interpolação. O Modelo Interplot pode ser acoplado a um sistema de gestão de informações, ainda sem denominação, o qual permite a integração dos dados e ações de execução em um Sistema constituído por cinco módulos: (1) Assimilação dos dados de vento; (2) Análise de consistência e preenchimento de falhas; (3) Interpolação espacial; (4) Representação gráfica; (5) Publicação na WEB. O Sistema também pode utilizar as previsões de vento para gerar campos de vento com alta resolução. Uma figura ilustrativa do arranjo do Sisitema é mostrada a seguir:


A escolha da linguagem de programação LISP foi feita de modo a evitar a sobreposição de diferentes plataformas de programação, permitindo minimizar eventuais incompatibilidades. A assimilação dos dados anemométricos considera tanto o caso de telemetria divulgada na web, pelo processo de webmining, como pela transferência de arquivos ou mesmo de modo convencional pela inserção do dado por um operador.

O modelo reconhece e interpreta os dados de vento desde que atendam a padronização composta por quatro elementos: (1) latitude; (2) longitude; (3) intensidade do vento; (4) variação de temperatura entre a superfície da água e do solo, para o caso de sensor instalado sobre a água.

Os dados recebidos são corrigidos por questões de localização da estação (se instalada sobre a terra ou sobre a água), altura da estação (altura de referência de 10 m), variação de temperatura entre o ar e o solo e condição atmosférica da camada limite. A localização da estação e a altura são elementos estáticos e recebem um coeficiente de correção para cada estação.  A correção pela variação de temperatura entre o ar e o solo é função da detecção dos registros no arquivo de entrada.

      

O campo de vento é obtido pela interpolação utilizando o método ponderado pela função do inverso das distâncias, conforme equação seguinte:

O modelo é aplicável a diferentes escalas geográficas como cidades, estados e países. Permite ainda a identificação de fronteiras, como, por exemplo, na representação de campos de vento sobre lagos, reservatórios, estuários, florestas, desertos, etc. O modelo computacional também pode operar mediante interpolação linear, quadrática ou cúbica. São disponibilizadas três opções de imagem gerada: distribuição da intensidade do vento, campo vetorial monocromático e campo vetorial policromático. Resultados preliminares podem ser vistos pelas figuras a seguir.

 
 
 


As imagens foram geradas com dados capturados no dia 19 de abril de 2012 fornecidos por 13 das 37 estações do SIMEPAR: Campo Mourão, Cascavel, Curitiba, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Londrina, Maringá, Paranavaí, Pato Branco, Ponta Grossa, Umuarama e União da Vitória. A interpolação foi realizada pelo método do inverso do cubo das distâncias. A relação entre o tempo de processamento e a resolução espacial é apresentado na Tabela 1.


A concepção de forma modular e a programação em código aberto permitem o aperfeiçoamento de partes do sistema separadamente e progressivamente. O sistema foi elaborado com vistas à representação em tempo real. O sistema permite o acoplamento a sistemas de previsão, estando condicionado à formatação do dado de entrada. Testes operacionais foram realizados com êxito seguindo um processamento estável.

Referências Bibliográficas Complementares

MARQUES, Marcelo ; ANDRADE, F. O. ; GUETTER, A. K. . An empirically based wind driven wave nowcasting system: case study of Salto Caxias Reservoir in Brazil. In: 3rd WMO/WWRP International Symposium on Nowcasting and Very Short Range Forecasting, 2012, Rio de Janeiro. Book of obstracts - 3rd WMO/WWRP International Symposium on Nowcasting and Very Short Range Forecasting, 2012.

MARQUES, Marcelo ; ANDRADE, F. O. ; GUETTER, A. K. . A model for wind field generation on the State of Paraná - Brazil. In: 3rd WMO/WWRP International Symposium on Nowcasting and Very Short Range Forecasting, 2012, Rio de Janeiro. Book of obstracts - 3rd WMO/WWRP International Symposium on Nowcasting and Very Short Range Forecasting, 2012.

MARQUES, Marcelo ; GUETTER, A. K. ; MANNICH, M. ; BERNARDO, J. W. Y. ; OKAWA, Cristhiane Passo ; PEREIRA, Osni . Automated System for Simulation of Wave Field in Inland Waters. In: XVI Congress of the Iberian Association of Limnology, 2012, Guimarães. Book of abstracts - XVI Congress of the Iberian Association of Limnology, 2012. v. 1. p. 107-108.